sexta-feira, 16 de abril de 2010

Depois do fim do dia...


Leio-me pensamentos, escrevo palavras sem fim e mais um dia passou, dia que mais parece noite cerrada onde o silencio permanece, abro portas que nem imagino que existem, busco fantasias, cubro a frieza das lágrimas soltas, a consequência da saudade... saudade de mim...
Onde estão as palavras embaladas de felicidade, seladas de sofrimentos.
Quero desvendar segredos, os segredos das palavras perdidas, desejados sentimentos.

6 comentários:

sonho disse...

Querida Susana a saudade doi...ai se doi...mas desvenda todos os segredos...mata as saudades e se feliz...
Beijo dobrado d'anjo

segredo disse...

O silencio faz falta, faz nos encontrar... a saudade doi mas temos de a conseguir combater...
Beijinho de lua*.*

FOXY disse...

A saudade mata,a saudade dói
Mas se existe, é porque não queremos esquecer algo.
Temos que saber resistir

Mystery

Graça Pires disse...

Um poema triste. Se tens saudades de ti vai nas asas do teu anjo...
Um beijo.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Curto demais propaganda, principalmente se existir criatividade na hora de encantar com amor. Essa além de maravilhosa é envolvente...

Assista com amor, espero que goste:

http://www.youtube.com/watch?v=ensckApupW0&feature=player_embedded

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Secreta disse...

Desvendar segredos, os nossos segredos...segredos de amor e dor.